Atenção ao Paciente (21) 97890-0414

Prótese de Mama (Implante de Silicone) no Rio de Janeiro

Introdução a cirurgia plástica para o aumento dos seios com implantes de silicone

Esta é uma das cirurgias plásticas mais realizadas em nossa clínica localizada no Rio de Janeiro – Brasil. Muitas mulheres têm este incômodo de ter que usar sutiãs e roupas de banho com preenchimento para disfarçar o tamanho reduzido dos seios.

Se este é seu caso, saiba que esta é a cirurgia plástica mais realizada no mundo, ou seja, você não está sozinha. A cada mês que passa recebemos várias pacientes incomodadas com o tamanho das mamas.

Nossa opção para melhores resultados:

Você está convidada a ler todo o texto abaixo mas se estiver sem tempo, queremos dizer que a escolha de técnica é baseada no melhor resultado visual, na maior velocidade de recuperação e estabilidade dos resultados ao longo do tempo.

Sendo assim, hoje em dia, optamos por:

      1. implantes colocados em dual plane (plano duplo)
      2. uso de alça muscular sempre que necessário
      3. sutiã interno para projetar mais a prótese
      4. uso de enxerto de gordura nos seios
      5. maior plano de clivagem para marcar o espaço entre os seios
      6. menor comprimento possível de cicatriz

    Como é a consulta para realizar o aumento dos seios?

    Nossa consulta para este tipo de cirurgia plástica é bem detalhada pois devemos em primeiro lugar fazer medidas detalhadas do tórax para saber o tamanho dos seios, afastamento entre estes, espessura da glândula mamária, desvios de coluna, projeção das costelas e diversos outros fatores como espessura e largura do músculo peitoral maior. 

    Deve existir também uma proporcionalidade com o tamanho das aréolas e dos mamilos.

    Somente depois de ouvir e examinar nossas pacientes é que poderemos propor a melhor técnica. Sempre mostramos fotos e vídeos de antes e depois para te ajudar a decidir sobre o formato e tamanho.

    Veja abaixo algumas dicas sobre estas escolhas tão importantes.

    Como escolher o formato da prótese?

    Formato redondo

    É o tamanho de prótese mais pedido por nossas pacientes pois dá mais colo. Quando pegamos um implante redondo, percebemos que a parte de cima dele é igual à parte de baixo, ou seja, é como se você cortasse uma bola exatamente pela metade.

    Se for uma curvatura bem intensa, chamaremos este implante de projeção extra-alta. Se for uma curvatura um pouco menos intensa, chamaremos este implante de redonda com projeção alta.

    Formato anatômico

    É o mais pedido por pacientes discretas, que querem marcar menos o colo. Tem menos procura pelas brasileiras e mais pelas européias. Costumamos indicar para pacientes muito magras, com costelas muito aparentes, que precisam de uma rampa suave na parte de cima do implante.

    Ao examinar de perto um implante de formato anatômico, veremos que a parte de cima é uma reta inclinada e a parte de baixo é arredondada, ou seja, as duas partes são diferentes entre si. Esta rampa ou ladeira na parte de cima é que vai proporcionar um resultado mais natural.

    Formato cônico

    É composto por duas retas inclinadas: a de cima e a de baixo. É um formato intermediário, que vai marcar um pouco menos o colo do que a prótese redonda e vai marcar mais que a anatômica. Acontece que este formato só é fabricado com revestimento de Poliuretano, ou seja, pode ser usado embaixo da glândula mamária mas não embaixo do músculo peitoral.

    Uma novidade que tem impactado bastante o formato e o tamanho da cicatriz é o uso da prótese chamada Ergonomix, fabricada por uma única marca. Falaremos dela em nossa consulta.

    Diferenças entre estes dois tipos de posição dos implantes.

    Implante Plano submuscular: conhecido como dual plane (parcialmente sub-muscular):

    Acreditamos que este é o melhor plano para a colocação dos implantes pois:

    1. oferece mais estabilidade nos resultados a longo prazo
    2. maior proteção da prótese
    3. maior distância entre a a glândula mamária e a prótese
    4. permite usar o músculo peitoral para segurar o peso do implante

      Os principais trabalhos sobre usar o DUAL PLANE começaram com um cirurgião plástico dos EUA chamado John Tebbets, pois este é o único plano que permite a recuperação rápida e levantar os braços ao fim do procedimento.

      Além disso existem inúmeras vantagens que vamos descrever abaixo.

      Vantagens da prótese de recuperação rápida colocada em dual plane (Fast Track Recovery)

        1. poder levantar os braços no mesmo dia e voltar logo às atividades
        2. voltar a fazer esportes e academia rapidamente
        3. manter um colo mais projetado por mais tempo
        4. estabilizar os implantes e manter o resultado por mais tempo
        5. também usamos em casos de mastopexia, para usar a musculatura para sustentar os implantes
        6. paciente muito magras que precisam de uma barreira a mais entre a pele e o implante para que este não se torne visível
        7. paciente que desenvolveram contratura capsular no plano subglandular e que precisam trocar de plano
        8. pacientes com forte história de câncer de mama na família que precisam de uma barreira entre a glândula mamária e a prótese

      2 – Implante Plano subglandular

      Quase não temos indicado este plano pois todo o peso do implante vai recair sobre a pele e a glândula mamária. Esta, com o tempo, sofrerá uma atrofia e o implante poderá ficar perceptível (rippling).

      A dor e desconforto no pós-operatório duram poucos dias, porém a paciente não poderá levantar os braços e a recuperação para dirigir, trabalhar e fazer esportes será mais longa. A desvantagem deste plano é que em paciente muito magras e sem nenhum tecido mamário, a prótese poderia ficar muito visível com o tempo.

      Além da menor sustentação ao longo do tempo, acreditamos na possibilidade maior de se formarem pequenas dobras (rippling) no implante, visíveis quando a paciente se inclina para frente. Quando há tecido mamário suficiente, estas ondulações não aparecem, mas quando a paciente não tem nenhum volume mamário ou bem pouco, indica-se a colocação no plano submuscular ou dual-plane.

      Qual a diferença entre as marcas?

      Aqui no Brasil temos cerca de dez marcas, com preços e qualidades diferentes. Em geral trabalhamos com 3 marcas de prótese para poder indicar a marca mais apropriada para o tórax da paciente.

      Devemos observar os seguintes critérios na escolha da marca:

      Índice de biocompatibilidade:

      Quanto maior, menor será a chance de haver espessamento e contratura da cápsula

      Reologia:

      É o estudo sobre as propriedades do material de fabricação dos implantes (silicone), onde se pode medir a viscosidade e a coesividade do implante. Em outras palavras, próteses com gel pouco denso poderiam se deformar demais com o tempo, próteses muito densas poderiam oferecer um toque artificial. A dureza ou densidade do gel varia bastante de um fabricante para outro.

      Base da prótese:

      Alguns fabricantes têm uma base de prótese muito larga, com pouca altura (projeção) do implante, outros já dominam a tecnologia para fabricar um implante mais estreito e mais alto. Ou seja, podemos ter duas próteses de 300 ml de formato completamente diferentes, com resultados bem discrepantes, conforme a escolha do fabricante. Em geral quanto mais estreito o tórax, mais estreita deve ser a base do implante.

      Garantia do fabricante

      É o que a marca oferece como garantia nos casos de ruptura, rejeição ou de infecção do implante.

      Tempo de troca do implante

      Antes se falava na troca obrigatória após de 10 anos, porém o avanço na fabricação dos implantes foi tão grande que já não se fala mais em prazo de troca, ou seja, esta deverá acontecer somente se houver sinais de que a membrana externa está muito fina ou vai romper.

      Quais são os formatos das próteses?

      Próteses redondas são as mais procuradas, mas não quer dizer que as anatômicas não dêem bons resultados. Conversaremos na consulta sobre suas preferências. Uma das marcas mais indicadas pelo Dr. Alexandre fabrica a prótese chamada Ergonomix, que tem algumas vantagens. Quanto ao formato cônico, temos indicado pouco. Nossa prótese mais indicada é a redonda ou a Ergonomix alta, seguida da redonda extra-alta e depois a anatômica.

      Quais são as projeções dos implantes?

      Observamos que os melhores resultados são com projeção alta e extra-alta.

      Um grande diferencial nosso é escutarmos com atenção nossas pacientes. Algumas nos procuram para ter um colo muito marcado, com formato chamado de bola. Outras são mais discretas e pedem um colo sensual, feminino mas que não chame a atenção. Outras pacientes nos pedem um formato e tamanho que NÃO apareça que tenha prótese.

      Saberemos ouvir e explicar qual é o melhor formato e projeção. As fotos mostradas durante a consulta servirão para você ter a certeza da escolha feita. Além disso, sempre existe uma segunda consulta antes da cirurgia de prótese de mama, onde poderemos tirar dúvidas e mudar o tamanho e projeção se for necessário.

      Não trabalhamos levando vários tamanhos diferentes para o centro cirúrgico pois você receberá uma sedação e não poderá participar da escolha. Gostamos de dizer que pacientes bem informadas têm mais segurança: use quantas consultas quiser para tirar todas as suas dúvidas.

      Locais de acesso e cicatriz para realizar a cirurgia plástica de implantes mamários:

      Existe a via axilar, que esconde bem a cicatriz mas que em nossa opinião permite um controle menor sobre as estruturas próximas do sulco mamário. Temos indicado este acesso em pacientes que são modelos e que não podem ter cicatriz sob o seio.

      A via axilar tem tido pouca indicação em nossa clínica localizada no rio de janeiro – RJ, pois está mais perto do mamilo e ainda longe do sulco mamário. Este é muito importante de ser reforçado (sutiã interno) pois permite uma projeção maior do colo.

      A via infra-mamária é a mais indicada pelo Dr. Alexandre, pois somente através desta é que poderemos realizar a alça muscular, o sutiã interno, a abordagem dual plane para recuperação rápida, todos com inúmeras vantagens sobre a marcação do colo, durabilidade dos resultados e velocidade de retorno as suas atividades.

      Como reduzir o tamanho da cicatriz em cirurgia de prótese de mama?

      Ao longo dos anos desenvolvemos uma técnica própria que permite uma redução de 30% a 50% do tamanho da cicatriz infra-mamária. É feita uma escolha cuidadosa da marca do implante e da sua coesividade, para que ele possa passar por uma incisão reduzida e depois assumir de novo seu formato quando atingir sua posição final.

      É comum usarmos o enxerto de gordura para conseguir mais colo e mais clivagem (cleavage), permitindo reduzir o tamanho do implante. Próteses menores precisam de incisões menores, logo com cicatrizes menores.

      Depois disso usamos um fio de sutura especial com várias micro-agarras por centímetro linear, quando tencionamos este fio, há uma redução da cicatriz. Por fim, usamos ou a fita-cola cirúrgica (surgical tape) ou curativo especial sem troca que imobiliza ambos os lados da cicatriz, permitindo que esta fique mais fina.

      Nossos diferenciais:

      Desde a primeira consulta com o Dr. Alexandre Charão, informações precisas serão fornecidas. Uma análise (ouvir e examinar) é feita para chegarmos a um planejamento cirúrgico (técnica, tamanho, formato, projeção), sendo observado nessa etapa a harmonia entre as mamas e o tamanho do tórax da mulher.

      É comum usarmos o dual plane (recuperação rápida), com alça muscular, sutiã interno, enxerto de gordura e cicatriz muito reduzida, tudo com recuperação rápida (Fast Track Recovery). Todas nossas pacientes são acompanhadas por Fisioterapeura, que usará Tapping e Laser LED e que te ensinará a fazer os exercícios para elevar os braços.

      Cada paciente recebe uma avaliação muito humanizada, sem uso de simuladores (que não simulam bem os resultados), onde são mostradas muitas fotos de resultados de antes e depois, para que você saia segura das escolhas feitas.

      COMO FAZER UM PROCEDIMENTO COM O DR. ALEXANDRE CHARÃO?

      A Cirurgia Plástica brasileira é muito conhecida ao redor do mundo, isto começou a acontecer com os trabalhos do Dr. Ivo Pitanguy que elevaram os padrões mundiais da moderna cirurgia plástica.

      Na clínica do Dr. Alexandre Charão localizada no Rio de Janeiro – RJ, desenvolvemos diversos protocolos para elevar nossos resultados e o conforto no pós-operatório. 

      São anos e anos de experiência que conseguimos resumir nos textos deste site. Nossos pacientes vêm de diversos países ao redor do mundo e todos eles relataram as seguintes vantagens de fazer o procedimento no Brasil:

          • alta capacidade técnica

          • custos menores

          • atendimento mais amigável do que em outros país

          • equipe completa para facilitar sua rápida recuperação

          • segurança em todas as etapas

        O próximo passo para você resolver o que te incomoda é agendar uma consulta com o Dr. Alexandre Charão.

        Dr. Alexandre Charão atende na cidade do Rio de Janeiro e Petrópolis.
        Para maiores informações, entre em contato.

        O que achou? Deixe seu comentário​

        Conectado como ad.charao. Edite seu perfil. Sair? Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *